terça-feira, 29 de junho de 2010

Xarabanda abre tradição a novos caminhos - Nova orquestra de cordofones da associação xarabanda aposta no pop e no rock


Uma Orquestra de Instrumentos Tradicionais Madeirenses, totalmente nova no conceito, está a nascer da Escola da Associação Xarabanda. O repertório é moderno e pretende constituir uma motivação para os jovens, facilitar a criação de uma identidade com os cordofones. Cold Play, Ala dos Namorados, Scott Joplin, Linking Park e outros grupos e artistas são exemplos. O núcleo abriu no ano lectivo de 2007/2008, envolvendo actualmente 23 elementos dos 6 aos 23 anos.
Com os ensaios semanais, os alunos aprendem a tocar os instrumentos, mas não só. A educação musical, tanto a parte teórica como a prática, e ainda uma componente de história, também integram o programa, a cargo do professor e músico Roberto Moniz, que é o mentor do projecto alternativo.
O objectivo desta orquestra é, por um lado, manter viva a tradição dos instrumentos tradicionais de corda, e por outro lado, explorar novas vertentes, o mundo de possibilidades que se abrem em termos de repertório. Esta orquestra, ao contrário dos grupos de música tradicional madeirense, não procura manter as fronteiras da música e as raízes ligadas ao passado, de quem se querem demarcar. Os jovens olham hoje para estes instrumentos como 'uma coisa de bailinhos, música de vilões', lamentou, acrescentando que é propósito da Orquestra Xarabanda mudar precisamente essa imagem negativa.
A música ligeira, o pop, o rock são os caminhos a seguir, juntando a aposta também na música erudita, adiantou. 'Nos instrumentos tradicionais tocamos e podemos ensinar qualquer tipo de música', disse o docente. Um dos desafios é amplificar (electronicamente) os instrumentos para poderem ser usados com as novas tecnologias e poderem ser integrados no leque de instrumentos usados pelas bandas de pop e rock.
Questionado se de alguma forma não será comprometer as raízes populares, Roberto Moniz esclareceu: 'Na tradição musical madeirense existem várias coisas, como a dança, o canto, os trajes. A prática dos instrumentos tradicionais é uma das vertentes e uma coisa não invalida a outra. Poderia trabalhar música tradicional com instrumentos de rock'.
Quer que as pessoas passem a olhar para a viola de arame, a braguinha, o rajão como olham para uma viola ou guitarra eléctrica, sem preconceitos. A imagem criou-se, explicou, porque não há outros grupos fora dos que exploram a música tradicional que apostem nestes instrumentos e façam música moderna.
'Acho que está a resultar', analisou. A orquestra juntou-se para um primeiro espectáculo, um 'concerto-piloto' para apurar a receptividade e segundo o responsável, as críticas foram positivas.
Além dos alunos da Associação Xarabanda, participaram no concerto elementos da Associação 'Flores de Maio', com quem o professor também tem partilhado o projecto musical. Roberto Moniz trabalha nas duas associações com o mesmo propósito e com o mesmo fim. Para já, o grupo, orientado pelo professor e músico, dedica-se em particular à música instrumental, sendo objectivo para o futuro juntar o canto às actuações.
A falta de um repertório adequado é outra das dificuldades, ultrapassadas com novas composições, como as que vêm fazendo, e com arranjos que permitem adaptar as partituras à nova realidade.
A orquestra, não sendo esse o seu principal objectivo, vai funcionar também como uma base de formação para o grupo de música tradicional Xarabanda e de outros que apostem nos cordofones. 'Podem aprender aqui e depois seguir para outro', esclareceu.
O ensino está aberto a qualquer pessoa, só que a associação privilegia os as crianças em idade escolar, dando-lhes formação a partir do zero.

Estágio em preparação

Entre os projectos para os próximos tempos está a criação de um estágio, um encontro onde tocadores de várias instituições partilhem conhecimentos e experiências musicais, nomeadamente os alunos e professores do Gabinete Coordenador de Educação Artística e do novo curso de Formação Básica em Rajão e Viola Madeirense lançado pelo Conservatório - Escola das Artes.
A data não está fechada. Roberto Moniz gostava de preparar o evento para o mês de Julho. A juntar a este projecto, a Xarabanda quer ainda realizar um concurso regional de interpretação de instrumentos tradicionais. Aqui ficam alguns atalhos cedidos pela associação para o portal Youtube, onde pode ver partes do primeiro concerto desta jovem orquestra:
Noite' - http://www.youtube.com/watch?v=ya6uxURTX0M

'Loucos de Lisboa' - http://www.youtube.com/watch?v=zl6jp-YUHSo&feature=related

'Anzol' - http://www.youtube.com/watch?v=KVGRsbesQA4&feature=related

'Leave out all the rest' - http://www.youtube.com/watch?v=B-joDl9pw4&feature=related

'The Entertainer' - http://www.youtube.com/watch?v=6RLMCwcQsv4&feature=related

'Dunas' - http://www.youtube.com/watch?v=hdpEfRZq7l0&feature=related

1X0 - http://www.youtube.com/watch?v=X73p1ohrIT4&feature=related.

Texto: Paula Henriques, in
Diário de Notícias
Terça, 19 de Maio de 2009
video

1 comentário:

Anónimo disse...

Oi interessante tópico , apreciei mesmo muito, talvez poderiamos fcar amigos de blog :) lol!
Aparte de piadas sou o Luís, e como tu escrevo na internet embora o tema principal domeu blogue é muito diferente de este....
Eu estudo blogues de poker sobre bónus grátis sem teres de por o teu capital......
Adorei imenso o que vi escrito!